Chuva de canivete, capacete de humildade.

 

Eu sei que precisamos da cobiça, de desejos e ambições,  tentações e provações - e precisamos sempre de auto-ajuda. Uma grande poeta, amiga minha, me disse que devemos ser cautelosos, e imaginar as coisas pela metade, instigar a curiosidade adentro do desconhecido. Sabedoria e erro. Respeitando a dor o tempo todo, como um eremita.

 

Mas nós, dublês de poeta, que olhamos o azul do céu do mar profundo todos os dias. Nós, que somos a impossibilidade da compreensão, divagando pensamentos, pré-conhecimentos que nos dão efêmeros momentos de entusiasmo, ânsia excessiva; cólera, indagamos: somos indefiníveis.

 

Êita quarta feira maior, que criou a saudade e o açoite temido, este corpo ferido pelo desdém. Todo itinerário, das idas e vindas do vai-e-vem. Com paciência conto minhas lágrimas, conto os projetos que deixei para traz, retomo minhas angustias, encontro um novo poema, uma nova melodia, reconheço velhas parcerias, renovo o coleguismo descartável e fortifico os verdadeiros amigos.

 

Escrita escassa, originalidade terapêutica.

 

Como estes escritos estão parecidos com Lya Luft. Estou escrevendo igual à uma mulherzinha. Não quero fazer disso um diário de reclamações. Muito embora isso seja um diário, mas não um diário enrugado de lágrimas, mesmo porque byte não molha. O byte, que representa a célula do computador, é formado por caracteres... e precisa ser alimentado pela mesma energia criptográfica do fígado, que é o Processador de Dados.  Agora estou parecendo o mano Brown, Dan Brown, aquele Rapper da literatura popular.

 

Lançar moda não é fácil. Veja só uma pesquisa que fizemos, onde estatísticamente falando, 98% das estatísticas não comprovam nada, e os outros 2% que sobram é fetichismo por estatísticas. Qual a probabilidade de Jesus voltar à terra? Qual a probabilidade de Deus existir? E se ele existir, qual a probabilidade dele ser bom? Qual é a probabilidade de eu existir? O que caracteriza algo bom? Por que Bach é melhor que Mozart?

 

Por que tantas definições? Eu, como dublê de filósofo, tento simplificar as coisas. Tento acalmar meus neurônios suicidas, classificando as coisas em quatro gêneros: ruim, médio, bom e indefinível. O quarto gênero é o mais simples, por ser demasiado complexo, e para simplificar o complexo você classifica-o de indefinível. Wagner é indefinível, e pronto. Bach é ruim, Beethoven é médio, Strauss é bom. Mozart e Vivaldi são médios. Levando em consideração que hoje é quarta-feira e tudo está indefinido. Algumas coisas são boas, outras são ruins, mas na maioria das vezes, tudo está indefinido.

 

Dublês de Poeta.



Escrito por Dublês de Poeta às 12h41
[   ] [ envie esta mensagem ]




Alice, quem diria, foi inspirada em strauss.. na falta do que fazer.

Escrito por Dublês de Poeta às 15h48
[   ] [ envie esta mensagem ]




Fonte: climatempo

Uma frente fria se desloca muito lentamente pelo Rio de Janeiro e áreas de instabilidade ainda cobrem a maior parte da Região neste sábado. No oeste de São Paulo o sol volta a aparecer, mas ainda entre muitas nuvens e com chuva na madrugada e à tarde. O tempo fica chuvoso nas demais regiões paulistas, no centro-sul do Rio de Janeiro, no Triângulo Mineiro e no sul e no sudeste de Minas Gerais. Ainda há risco de chuva forte. Nas outras áreas o sol predomina e à tarde ocorrem várias pancadas de chuva, exceto no vale do rio Jequitinhonha e no norte do Espírito Santo.

 



Escrito por Dublês de Poeta às 16h58
[   ] [ envie esta mensagem ]




Na falta de assunto, silêncio:

Ontem as espalhafatosas apresentadoras do "Saia Justa" no canal GNT falaram sobre o silêncio. Tentaram adentrar no campo do silêncio intelectual mas ruidosamente não conseguiram... a realidade é que assistir quatro mulheres bonitas na TV ainda é adorável, mesmo pra mim que sou heterossexual! Elas não precisam falar nada inteligível, o que basta são seus sorrisos, caras e bocas. Um dia desses vou tentar assistí-las com a tecla "mute" acionada e uma música erudita no fundo. Deve ser sensacional! Esse tema "silêncio" vem me atormentendo a semana toda. Na tentativa de entendê-lo, calei. Voltei pra SP e escutar a voz do silêncio aqui pode ser possível mas escutar a ausência de som é improvável. Eu falo pouco, gosto de música baixa, adoro calma, mas esse silêncio me inquieta. Minha meta é tentar entender o silêncio.

silêncio. [Do lat. silentiu.] S. m. 1. Estado de quem se cala. 2. Privação de falar...4. Taciturnidade. 5. Interrupção de ruído; calada. 6. Sossego, calma, paz... 7. Segredo... 8. Para mandar calar ou impor segredo.

Adoro Aurélio, mas prefiro Vinícius:

(...)Cala; escuta o silêncio
Que nos fala
Mais intimamente; ouve
Sossegada
O amor que despetala
O silêncio...

Deixa as palavras à poesia...

P.S: Ouvi a gravação de "Carolina" do Cassiozito e chorei demais.

 

Plí



Escrito por Dublês de Poeta às 08h48
[   ] [ envie esta mensagem ]


[ ver mensagens anteriores ]
Autores:

Caiocito Campos, sofista inventor de teses obscuras e opinista esteta comportamental.

Plínia Campos, advogada que está quase fazendo qualquer coisa, sendo este quase, mínimo.

dublesdepoeta@yahoo.com.br


 
Histórico
   01/12/2009 a 31/12/2009
   01/08/2009 a 31/08/2009
   01/07/2009 a 31/07/2009
   01/06/2009 a 30/06/2009
   01/05/2009 a 31/05/2009
   01/04/2009 a 30/04/2009
   01/02/2009 a 28/02/2009
   01/01/2009 a 31/01/2009
   01/12/2008 a 31/12/2008
   01/11/2008 a 30/11/2008
   01/10/2008 a 31/10/2008
   01/09/2008 a 30/09/2008
   01/08/2008 a 31/08/2008
   01/07/2008 a 31/07/2008
   01/06/2008 a 30/06/2008
   01/05/2008 a 31/05/2008
   01/04/2008 a 30/04/2008
   01/03/2008 a 31/03/2008
   01/02/2008 a 29/02/2008
   01/01/2008 a 31/01/2008
   01/12/2007 a 31/12/2007
   01/11/2007 a 30/11/2007
   01/10/2007 a 31/10/2007
   01/08/2007 a 31/08/2007
   01/07/2007 a 31/07/2007
   01/05/2007 a 31/05/2007
   01/04/2007 a 30/04/2007
   01/03/2007 a 31/03/2007
   01/02/2007 a 28/02/2007
   01/01/2007 a 31/01/2007
   01/12/2006 a 31/12/2006
   01/11/2006 a 30/11/2006
   01/10/2006 a 31/10/2006
   01/09/2006 a 30/09/2006
   01/08/2006 a 31/08/2006
   01/07/2006 a 31/07/2006
   01/06/2006 a 30/06/2006
   01/05/2006 a 31/05/2006
   01/04/2006 a 30/04/2006
   01/03/2006 a 31/03/2006
   01/02/2006 a 28/02/2006
   01/01/2006 a 31/01/2006
   01/12/2005 a 31/12/2005
   01/11/2005 a 30/11/2005
   01/10/2005 a 31/10/2005
   01/09/2005 a 30/09/2005
   01/08/2005 a 31/08/2005
   01/07/2005 a 31/07/2005
   01/06/2005 a 30/06/2005
   01/05/2005 a 31/05/2005
   01/04/2005 a 30/04/2005


Outros sites
   Alexandre Soares Silva
   http://www.apostos.com
   dublês blogspot
   Gymnopedies
   E Deus criou a Mulher
   Altino Machado
   O Espírito da Coisa
   Pensar Enlouquece
   Papagaio Mudo
   Liberté
   Prosa e Verso
   FOLHA DE SÃO PAULO
   O GLOBO
   ESTADO DE MINAS
   Bravo on line
   Le Monde
   Razão Poesia
   TV Enxame
   Guilhermeza
   Apenas ser
   Sententia
   Ótimas mentiras
   Union - Cinema
   Revista Opperaa
   Cris Moreno
Votação
  Dê uma nota para meu blog