Los Hermanos: uma merda. Mas em entrevista são geniais.

Esse lance de banda, show de bandas e pormenores... Eu conto nos dedos as bandas que gostaria de ver ao vivo. E mesmo assim eu tinha que estar muito animado no dia.

Desanimador mesmo é ser o melhor para os outros e não suportar a si mesmo.

"Amarante – Eu não iria a um show do Los Hermanos (...)!

Bruno – Nem eu.

Camelo – Nem se gostasse! (...) "

Veja AQUI toda a entrevista



Escrito por Dublês de Poeta às 19h57
[   ] [ envie esta mensagem ]




Esse frio de cortar almas: ninguém atende a porra do telefone

"A solidão -lâmina de cortar alma- é a única frieza verdadeiramente fria."

Escrito por Dublês de Poeta às 12h57
[   ] [ envie esta mensagem ]




Elegia ao vagabundo

Não descubra a sua missão, se não o jogo acaba. Não tem graça esse lance de missão; propósito de vida. A vida não tem propósito nenhum. Isso é papinho de psicólogo, ou de quem pratica alguma tara oriental. 

Essa conversinha de que é melhor fazer algo sem importância do que não fazer nada, é papo de vagabundo com consciência pesada.
Feliz aquele que dorme; lindo, leve e solto. Pois quem dorme faz a hora, não espera controlarem o seu tempo. E virtude, para um dorminhoco, é sonhar que está dormindo. Dormir é agir, voltar a dormir é reagir. Aprenda isso.

Desconfie sempre; crer que não tem fé. O que você pensa sobre o que viu é mais importante do que o acontecido. Invente.

Aprenda a tumultuar o ambiente, desarmonizar, desequilibrar, polemizar, diferenciar. Nada tem importância mesmo. Quando algo passa a ter importância, logo perde a importância. Eis a sabedoria.



Escrito por Dublês de Poeta às 00h39
[   ] [ envie esta mensagem ]




A imprensa não existe O medo não existe e O Papai Noel também não

Desde a Antigüidade Clássica, principalmente a partir do pensamento de Platão e do seu discípulo Aristóteles, é reconhecido que o Estado, independentemente do seu regime, exerce três funções essenciais: a legislativa, a judiciária e a executiva. A Ciência do Direito e a Ciência Política reconhecem que um dos pressupostos do Estado Democrático de Direito é a existência de três poderes independentes e harmônicos, sendo eles o Poder Legislativo, o Poder Judiciário e o Poder Executivo. A Constituição brasileira de 1988  adotou o princípio federativo como um dos suportes do nosso ordenamento jurídico e tal é a sua importância que o texto constitucional o relaciona entre os conteúdos classificados como cláusulas pétreas. Enfim, há três poderes no Brasil: Executivo, Legislativo e Judiciário. Muito se discutia se o Ministério Público seria o quarto poder, mas a Constituição o coloca como órgão independente.

Esclarecidas as dúvidas conceituais vamos ao que interessa. Não sou jornalista mas sei que a imprensa, muitas vezes, é mencionada como o quarto poder. Parece-me uma denominação equivocada apesar de sabermos o grande poder que a mídia exerce ocasionando grandes comoções sociais, principalmente quando apela para o amedrontamento da população. O medo é a melhor estratégia de controle social existente. Em razão do medo as populações se unem em prol de sua salvação e se comportam de maneira positiva (ou negativa) em conjunto. O crime organizado, o pastor, o DeRose, o pai, a mãe, o marido, a mulher, o Alex, o show da Xuxa, a polícia, o jornal, a globo... são todos poderes (poderosos?), depende de quem está analisando ordena-los hierarquicamente e decidir se estes entrarão ou não na lista. Tentei criar minha lista ordenada daquilo que realmente é PODER, até agora só o MEDO entrou, como número um.

Congresso Internacional do Medo, de Carlos Drummond

Provisoriamente não cantaremos o amor,
que se refugiou mais abaixo dos subterrâneos.
Cantaremos o medo, que esteriliza os abraços,
não cantaremos o ódio, porque este não existe,
existe apenas o medo, nosso pai e nosso companheiro,
o medo grande dos sertões, dos mares, dos desertos,
o medo dos soldados, o medo das mães, o medo das igrejas,
cantaremos o medo dos ditadores, o medo dos democratas,
cantaremos o medo da morte e o medo de depois da morte.
Depois morreremos de medo
e sobre nossos túmulos nascerão flores amarelas e medrosas.

 

 



Escrito por Dublês de Poeta às 15h18
[   ] [ envie esta mensagem ]


[ ver mensagens anteriores ]
Autores:

Caiocito Campos, sofista inventor de teses obscuras e opinista esteta comportamental.

Plínia Campos, advogada que está quase fazendo qualquer coisa, sendo este quase, mínimo.

dublesdepoeta@yahoo.com.br


 
Histórico
   01/12/2009 a 31/12/2009
   01/08/2009 a 31/08/2009
   01/07/2009 a 31/07/2009
   01/06/2009 a 30/06/2009
   01/05/2009 a 31/05/2009
   01/04/2009 a 30/04/2009
   01/02/2009 a 28/02/2009
   01/01/2009 a 31/01/2009
   01/12/2008 a 31/12/2008
   01/11/2008 a 30/11/2008
   01/10/2008 a 31/10/2008
   01/09/2008 a 30/09/2008
   01/08/2008 a 31/08/2008
   01/07/2008 a 31/07/2008
   01/06/2008 a 30/06/2008
   01/05/2008 a 31/05/2008
   01/04/2008 a 30/04/2008
   01/03/2008 a 31/03/2008
   01/02/2008 a 29/02/2008
   01/01/2008 a 31/01/2008
   01/12/2007 a 31/12/2007
   01/11/2007 a 30/11/2007
   01/10/2007 a 31/10/2007
   01/08/2007 a 31/08/2007
   01/07/2007 a 31/07/2007
   01/05/2007 a 31/05/2007
   01/04/2007 a 30/04/2007
   01/03/2007 a 31/03/2007
   01/02/2007 a 28/02/2007
   01/01/2007 a 31/01/2007
   01/12/2006 a 31/12/2006
   01/11/2006 a 30/11/2006
   01/10/2006 a 31/10/2006
   01/09/2006 a 30/09/2006
   01/08/2006 a 31/08/2006
   01/07/2006 a 31/07/2006
   01/06/2006 a 30/06/2006
   01/05/2006 a 31/05/2006
   01/04/2006 a 30/04/2006
   01/03/2006 a 31/03/2006
   01/02/2006 a 28/02/2006
   01/01/2006 a 31/01/2006
   01/12/2005 a 31/12/2005
   01/11/2005 a 30/11/2005
   01/10/2005 a 31/10/2005
   01/09/2005 a 30/09/2005
   01/08/2005 a 31/08/2005
   01/07/2005 a 31/07/2005
   01/06/2005 a 30/06/2005
   01/05/2005 a 31/05/2005
   01/04/2005 a 30/04/2005


Outros sites
   Alexandre Soares Silva
   http://www.apostos.com
   dublês blogspot
   Gymnopedies
   E Deus criou a Mulher
   Altino Machado
   O Espírito da Coisa
   Pensar Enlouquece
   Papagaio Mudo
   Liberté
   Prosa e Verso
   FOLHA DE SÃO PAULO
   O GLOBO
   ESTADO DE MINAS
   Bravo on line
   Le Monde
   Razão Poesia
   TV Enxame
   Guilhermeza
   Apenas ser
   Sententia
   Ótimas mentiras
   Union - Cinema
   Revista Opperaa
   Cris Moreno
Votação
  Dê uma nota para meu blog