Estrangeira

Olha a estrangeira. Possuidora de uma elegância abstrata. Do ponto de vista concreto, quase incerto, afirmo: ela permanece estática, insolúvel, firme. Olha a estrangeira, de olhar absorto prático, sim, sim! Existe alguma coisa de nobre e poderoso na praticidade. Ela usa o cartão de crédito do caixa rápido com uma habilidade fora da conduta feminina.  

 

Ela só pode ser um personagem no feminino da essência (com o perdão do clichê) de um livro inglês do século passado, que um dia hei de escrever, sim, sim! Sua existência minimiza a mediocridade da vida. Não tenho nenhum dever em despi-la e, com isso, me cegar. A busca de qualquer coisa parecida, excessivamente bela e absorta, na própria vida ou coisa menor, conduz o pensamento ao vício, condena o olho apenas à visão.

 

Lá vem a estrangeira com os olhos apátricos, absortos em sua própria amnésia. Estrangeira, você não tem memória, como pereceria intácta, carregando no olho uma expressão atemporal? E são esses olhos, seu vestido, seu único destino. Apenas os olhos, absortos e amnésicos.



Escrito por Dublês de Poeta às 17h46
[   ] [ envie esta mensagem ]




Definição

Ser paulistano.


Ser paulistano é mais do que apenas haver nascido às margens dos esgotos do Pinheiros e do Tietê; ser paulistano é considerar normal viver alheio às fezes e porcarias que tomaram o lugar dos cidadãos nas águas do Pinheiros e do Tietê, é enxergar beleza na decadência da submoradia alheia, ver um certo glamour na violência e na marginalidade e ainda por cima achar que não tem mesmo nada a ver com isso, primeiro, porque não dá tempo, segundo, porque não vale a pena.

 

Respeitando os direitos autorais , já que eu sou uma menininha da lei:

Créditos para Claudinho do http://www.circulando.com/

 



Escrito por Dublês de Poeta às 20h39
[   ] [ envie esta mensagem ]




Poeta de médio quilate  

um tédio, uma sina, uma ressaca

um cão que morde mas não late

 

Só o que não presta precisa ser dito

o resto é silêncio...

silêncio maldito

 

C/G - dublês de poeta



Escrito por Dublês de Poeta às 14h57
[   ] [ envie esta mensagem ]


[ ver mensagens anteriores ]
Autores:

Caiocito Campos, sofista inventor de teses obscuras e opinista esteta comportamental.

Plínia Campos, advogada que está quase fazendo qualquer coisa, sendo este quase, mínimo.

dublesdepoeta@yahoo.com.br


 
Histórico
   01/12/2009 a 31/12/2009
   01/08/2009 a 31/08/2009
   01/07/2009 a 31/07/2009
   01/06/2009 a 30/06/2009
   01/05/2009 a 31/05/2009
   01/04/2009 a 30/04/2009
   01/02/2009 a 28/02/2009
   01/01/2009 a 31/01/2009
   01/12/2008 a 31/12/2008
   01/11/2008 a 30/11/2008
   01/10/2008 a 31/10/2008
   01/09/2008 a 30/09/2008
   01/08/2008 a 31/08/2008
   01/07/2008 a 31/07/2008
   01/06/2008 a 30/06/2008
   01/05/2008 a 31/05/2008
   01/04/2008 a 30/04/2008
   01/03/2008 a 31/03/2008
   01/02/2008 a 29/02/2008
   01/01/2008 a 31/01/2008
   01/12/2007 a 31/12/2007
   01/11/2007 a 30/11/2007
   01/10/2007 a 31/10/2007
   01/08/2007 a 31/08/2007
   01/07/2007 a 31/07/2007
   01/05/2007 a 31/05/2007
   01/04/2007 a 30/04/2007
   01/03/2007 a 31/03/2007
   01/02/2007 a 28/02/2007
   01/01/2007 a 31/01/2007
   01/12/2006 a 31/12/2006
   01/11/2006 a 30/11/2006
   01/10/2006 a 31/10/2006
   01/09/2006 a 30/09/2006
   01/08/2006 a 31/08/2006
   01/07/2006 a 31/07/2006
   01/06/2006 a 30/06/2006
   01/05/2006 a 31/05/2006
   01/04/2006 a 30/04/2006
   01/03/2006 a 31/03/2006
   01/02/2006 a 28/02/2006
   01/01/2006 a 31/01/2006
   01/12/2005 a 31/12/2005
   01/11/2005 a 30/11/2005
   01/10/2005 a 31/10/2005
   01/09/2005 a 30/09/2005
   01/08/2005 a 31/08/2005
   01/07/2005 a 31/07/2005
   01/06/2005 a 30/06/2005
   01/05/2005 a 31/05/2005
   01/04/2005 a 30/04/2005


Outros sites
   Alexandre Soares Silva
   http://www.apostos.com
   dublês blogspot
   Gymnopedies
   E Deus criou a Mulher
   Altino Machado
   O Espírito da Coisa
   Pensar Enlouquece
   Papagaio Mudo
   Liberté
   Prosa e Verso
   FOLHA DE SÃO PAULO
   O GLOBO
   ESTADO DE MINAS
   Bravo on line
   Le Monde
   Razão Poesia
   TV Enxame
   Guilhermeza
   Apenas ser
   Sententia
   Ótimas mentiras
   Union - Cinema
   Revista Opperaa
   Cris Moreno
Votação
  Dê uma nota para meu blog