Coisas que a Faculdade de Jornalismo não ensina

 

- Jornalismo é um curso relacionado às ciências humanas. Se você é E.T, dica: não faça jornalismo. Astrologia e Astronomia sãs boas opções.

 

 - Uma entrevista é uma co-autoria, assinada pelo jornalista e entrevistado. Você precisa ter sensibilidade para saber até onde vai sua autonomia na edição. Geralmente ela termina onde começa a autonomia do entrevistado. Dica: Você tem que ter muita paciência para explicar isso ao entrevistado também.

 

- É bom conhecer o que é Lead e pirâmide invertida para você ampliar o modo de se escrever uma mesma notícia.

 

- Jornalismo Literário é Nelson Rodrigues dilacerando e dissecando a família brasileira. É Machado de Assis narrando a sociedade na qual ele viveu. É a crítica de Bernard Shaw aos modos aristocráticos de sua época.

 

- O jornalista é um pensador de pautas. O que é relevante discutir? Quem faz a notícia e quem divulga as informações são outras pessoas...

 

- Estilo ou técnica? Quanto mais você desenvolve seu estilo, e passa a ter o domínio completo dele, mais você consegue encaixá-lo em qualquer técnica. Manoel de Barros compreende o estilo como um “estigma do homem”. Meu professor de redação Jornalística, Edmundo Novaes, sempre gostou de dizer que “se você não tem estilo, crie um”. O estilo é simplesmente o conceito tomando uma forma. E todo conceito aplicado na prática toma uma forma muito particular.

 

- Coloque adoçante e menos gemas de ovos nas matérias. Evita o colesterol.

 

- “Toda Unanimidade é burra”, Nelson Rodrigues.

 

- Se beber não dirija. Se dirigir não beba. Use camisinha.

 

- Regras não são quebradas, você pode aperfeiçoá-las. Em último caso, jamais seguí-las.

 

- Quando o Bolo não saí igual a foto da receita. pode ter certeza que você criou um novo bolo pior, se a intenção foi copiar.

 

- Jornalismo é uma invenção.



Escrito por Dublês de Poeta às 17h08
[   ] [ envie esta mensagem ]




Twitter?

A evolução anda para trás, como profetizou Manoel de Barros. Encontrei a máxima na boca da jude: quem está fora de sua época para trás é desprezível. Quem está fora de sua época para frente é compreensível. Mas eu sou um homem contemporâneo.

 

Imagino que ninguém me lê, além dos meus amigos. Escrevo para mim e para ter a certeza que escrevo melhor. Caso contrário teriam que me pagar. Suponho então que escrevo por eles e para eles. Em tom discursivo e idealista.

Andei pensando em Twitter (sic). Os alemães estão fodidos com essa nova ferramenta, já os japoneses eu não sei. Eu criei o twoítem que consiste em escrever em duas sílabas. Como pensávamos antes, com o verbo com um ou dois sons. Uma ou duas sílabas. No decorrer vieram os tempos verbais; diz no presente, dis-se no pretérito, di-ri-a no futuro. Recentemente descobri um texto do Nietzsche já nos padões avançados em minha nova versão twittês. Perceba-se que é uma tradução minha, livre, do deutsch para o tuga:

“Este Twitter é para poucos. Talvez nenhum deles ainda viva” – Nietzsche by Caiocito

 

É o que eu chamei imbecilmente de Twoítem. Você só pode usar duas sílabas por palavra, naquilo que se pode expressar em 140 caracteres. Então você tem que dizer tudo em duas contas. Pode usar o inglês (língua de todos) ou mentir. Na ânsia de ser além Niet, criei o Cu-it’s também.

 

http://www.twitter.com/caiocito



Escrito por Dublês de Poeta às 14h04
[   ] [ envie esta mensagem ]




Meu nome é legião

Entrevista com o maior escritor de língua portuguesa, Lobo Antunes, o que não é mérito nem demérito. E o anticlima, quebra de astral e etc total que o jornalista impões ao Antunes, quando interrogado se se sentiria à vontade como entrevistado. No que antunes responde se o jornalista se sentiria à vontade como entrevistador. (?) Muito bom essa hostilidade gentil de um debate amoroso. Nunca vi um jornalista brasileiro agir assim. No que me tomo de inveja. Não são duas almas portuguesas sarcásticas. Eles debatam ali no limiar do sarcasmo sem saber que ali o fazem. Coisa de portugues mesmo, levando tudo ao pé da letra, até a mais infame metáfora. Mas se você quiser sair à francesa, diga que está honrado com a presença de seu debatedor, e és um privilegiado por estar ali promovendo tal debate com duas almas fofinhas nas mesmas duas mentes brilhantes.

Mas só o início desta entrevista é boa. De mais a pior... é meu o complexo de éditor.

 

l

Caralho, pá.

Loteria esportiva

Jornalismo (PT) x Escritor (PT) 

(obs1 - jornalista joga em casa)

Palpite: Jornalista 0 x 1 Escritor

Resultado: Jornalista 3 x 1 Escritor

(obs2 - Eu sempre torço contra o jornalista)



Escrito por Dublês de Poeta às 09h30
[   ] [ envie esta mensagem ]




 Vikings, Americanos, Poetas, Google...

 

Escutei o poeta Ginsberg no Blog do Gustavo. Se passou despercebido, clique aqui. Ginsberg  prestando contas com a pátria. Aquilo foi muito americano. Existe um vazio imenso em todo grande sonho. Michael, eles não ligam pra gente!

 

Derramei o seu Jazz em cima do meu pandero
America, they don't care about us.
Fritei ovo com gema quebrada em cima do seu hamburguer
America, they don't care about us
America, look that come, look for...
America, o sonho não acabou.
Porque tão otimista - até mais do que eu.
America, você não morreu e o sonho não acabou e tudo aquilo mais.
Vejo os ratos chineses invadirem minha casa pelo porão.
E ainda praguejam  seus enlatados.
America, they don't care about us.

 

America

see ya



Escrito por Dublês de Poeta às 11h18
[   ] [ envie esta mensagem ]




Oração - "Sou descendente de viking. Sou filho da natureza"



Escrito por Dublês de Poeta às 21h44
[   ] [ envie esta mensagem ]


[ ver mensagens anteriores ]
Autores:

Caiocito Campos, sofista inventor de teses obscuras e opinista esteta comportamental.

Plínia Campos, advogada que está quase fazendo qualquer coisa, sendo este quase, mínimo.

dublesdepoeta@yahoo.com.br


 
Histórico
   01/12/2009 a 31/12/2009
   01/08/2009 a 31/08/2009
   01/07/2009 a 31/07/2009
   01/06/2009 a 30/06/2009
   01/05/2009 a 31/05/2009
   01/04/2009 a 30/04/2009
   01/02/2009 a 28/02/2009
   01/01/2009 a 31/01/2009
   01/12/2008 a 31/12/2008
   01/11/2008 a 30/11/2008
   01/10/2008 a 31/10/2008
   01/09/2008 a 30/09/2008
   01/08/2008 a 31/08/2008
   01/07/2008 a 31/07/2008
   01/06/2008 a 30/06/2008
   01/05/2008 a 31/05/2008
   01/04/2008 a 30/04/2008
   01/03/2008 a 31/03/2008
   01/02/2008 a 29/02/2008
   01/01/2008 a 31/01/2008
   01/12/2007 a 31/12/2007
   01/11/2007 a 30/11/2007
   01/10/2007 a 31/10/2007
   01/08/2007 a 31/08/2007
   01/07/2007 a 31/07/2007
   01/05/2007 a 31/05/2007
   01/04/2007 a 30/04/2007
   01/03/2007 a 31/03/2007
   01/02/2007 a 28/02/2007
   01/01/2007 a 31/01/2007
   01/12/2006 a 31/12/2006
   01/11/2006 a 30/11/2006
   01/10/2006 a 31/10/2006
   01/09/2006 a 30/09/2006
   01/08/2006 a 31/08/2006
   01/07/2006 a 31/07/2006
   01/06/2006 a 30/06/2006
   01/05/2006 a 31/05/2006
   01/04/2006 a 30/04/2006
   01/03/2006 a 31/03/2006
   01/02/2006 a 28/02/2006
   01/01/2006 a 31/01/2006
   01/12/2005 a 31/12/2005
   01/11/2005 a 30/11/2005
   01/10/2005 a 31/10/2005
   01/09/2005 a 30/09/2005
   01/08/2005 a 31/08/2005
   01/07/2005 a 31/07/2005
   01/06/2005 a 30/06/2005
   01/05/2005 a 31/05/2005
   01/04/2005 a 30/04/2005


Outros sites
   Alexandre Soares Silva
   http://www.apostos.com
   dublês blogspot
   Gymnopedies
   E Deus criou a Mulher
   Altino Machado
   O Espírito da Coisa
   Pensar Enlouquece
   Papagaio Mudo
   Liberté
   Prosa e Verso
   FOLHA DE SÃO PAULO
   O GLOBO
   ESTADO DE MINAS
   Bravo on line
   Le Monde
   Razão Poesia
   TV Enxame
   Guilhermeza
   Apenas ser
   Sententia
   Ótimas mentiras
   Union - Cinema
   Revista Opperaa
   Cris Moreno
Votação
  Dê uma nota para meu blog